BILI, O PINSCHER “HERóI” QUE MORREU A SALVAR CRIANçAS ATACADAS POR OUTRO CãO

Um pinscher foi morto ao tentar salvar quatro crianças entre três e sete anos de um ataque de outro cão da raça rottweiler, no Brasil, na passada quinta-feira.

Segundo o dono de Bili, o rottweiler é de um vizinho e já tinha atacado outras pessoas antes.

"As propriedades são grandes e as crianças acabam por brincar de um lado para o outro. O cão do vizinho anda por todo o lado, porque está quase sempre solto. Ele já mordeu umas quatro ou cinco pessoas. E, dessa vez, as crianças estavam a brincar no meu quintal quando o rottweiler chegou muito nervoso", explicou Aderaldo Bergamo, dono do pinscher, ao portal de notícias brasileiro G1.

Disse também que Bili estava sempre perto das crianças, o que fez com que fosse o "herói" do dia.

"O Bili estava perto das crianças a brincar. Mas quando viu o outro cão a aproximar-se, atacou o rottweiler com uma coragem que não tem fim", contou Aderaldo.

Segundo o dono do Bili, os pais das crianças estavam dentro de casa, e só saíram quando ouviram o barulho dos cães a atacarem-se.

“O Bili deu a vida dele para poder salvar as crianças, ele foi um grande herói. É uma história muito triste mesmo”, descreveu.

O pinscher, que estava na família há um ano, chegou a ser levado para o veterinário, mas teve uma paragem cardiorrespiratória por causa dos ferimentos e não resistiu.

"O Bili acabou por morrer. Não teve dinheiro, nem nada que pudesse fazer, porque os ferimentos foram muito graves", referiu.

Aderaldo disse que uma das coisas mais difíceis foi contar à filha de quatro anos que Bili tinha morrido.

2023-05-26T23:23:52Z dg43tfdfdgfd